7 de nov de 2011

Moscou vai ver réplica da parada lendária de 1941

No dia 7 de novembro de 1941, foi realizada em Moscou, sitiada pelas tropas hitlerianas, a parada do Exército Vermelho. Amanhã, em homenagem ao septuagésimo aniversário deste acontecimento lendário, na Praça Vermelha será realizada uma parada-réplica daquele evento da Segunda Guerra Mundial.

De acordo com os planos do comando hitleriano, Moscou devia ser tomada precisamente neste dia. A evacuação da cidade, que tinha começado ainda a 16 de outubro, engendrou um sem número de boatos. Afirmava-se, inclusive, que Stalin e os seus colaboradores mais próximos tinham deixado a capital. Na realidade, isto não passava de desinformação. Aquela parada militar tornou evidente o espírito inquebrantável do exército e a sua vontade firme de vencer. Naquele momento, no mundo não havia notícia mais importante do que a informação sobre a parada. A contra-ofensiva das tropas soviéticas na região de Moscou lançou a confusão nas hostes nazistas.
.
Muito tempo se passou desde então mas na Rússia guardam a memória das terríveis provações da Segunda Guerra Mundial. Marina Yaure, secretária de imprensa do Museu de Material de Guerra em Moscou, fala-nos sobre a parada de amanhã.

A idéia de reconstituição histórica da parada histórica surgiu ainda em janeiro. Durante dez meses foi restaurado o material de guerra que tinha sido utilizado na batalha de Moscou. O nosso museu de material de guerra, chefiado atualmente por Vadim Zadorojni, preparou para a parada os tanques ligeiros T – 60 e T – 37, - este último é um tanque-anfíbio, destinado a missões de reconhecimento. Além disso, o museu apresentou motocicletas daquela época e um automóvel blindado. Os tanques ligeiros T – 60 irão percorrer a Praça Vermelha pela primeira vez desde aquela parada de 1941.
.
Depois da conclusão do desfile solene, todos os que desejarem poderão ver de perto estes veículos únicos e imaginar como foi aquela parada lendária de 1941, com Moscou em guerra.

Fonte: AQUI


.

                                                      

Nenhum comentário:

Postar um comentário