19 de ago de 2012

SONHOS CABEM NAS URNAS?


O Partido Comunista Brasileiro – PCB -  apresenta sua  candidatura às eleições municipais  de São Gonçalo. Junto com o Partido Socialismo e Liberdade –PSOL- formamos a coligação “Acorda São Gonçalo” onde apresentamos a candidata a Vice-Prefeita- Luciana Araújo (PCB) que junto com o Professor Josimar (PSOL) candidato a Prefeito, compõem a Frente de Esquerda para as eleições na cidade.
Como candidato a vereador apresentamos o camarada MARCOS ANDRÉ, militante do PCB a mais de uma década, é também professor de história da Rede Estadual onde atua a mais de trinta anos como militante e dirigente sindical. Em São Gonçalo lecionou no Instituto de Educação Clélia Nanci, Escola Estadual Tarcísio Bueno e nos Colégios São Gonçalo e Paraíso da rede privada. O profº Marcos André é membro do Comitê Regional do PCB e junto com Luciana Araújo têm como tarefa levar os ideais do Partidão a cidade de São Gonçalo.
Meus Amigos
Hoje, a crise do Sistema Capitalista é um fato, em um mundo com a economia globalizada os efeitos dessa crise são muito piores para a classe trabalhadora do que para o próprio Sistema, pois a globalização da economia é uma criação da lógica capitalista que controla o mercado mundial e  permite ao Grande Capital mecanismos de defesa como; o redirecionamento de investimentos para áreas consideradas seguras bem como imposição de cartilhas de ajuste econômico onde a crise se mostra mais aguda. Cartilhas que se traduzem em perdas de direitos da classe trabalhadora (redução de salários, demissões, aumento do tempo para aposentadoria, corte de investimentos nas áreas de saúde e educação). Os  trabalhadores europeus vivem ,  esse pesadelo da Ditadura do Capital.
O Brasil está plenamente integrado a lógica capitalista. Alçado pelo Grande  Capital ao status de potência emergente e alavancado por uma das maiores taxas de juros do mercado mundial, atraímos investimentos externos a custa de um crescimento exponencial de nossa dívida interna , o que compromete  grande parte de nosso PIB  para o pagamento do juros dessa dívida. Essa lógica do capital determina  a abdicação a um projeto que atenda aos interesses da classe trabalhadora brasileira, pois nos submetemos aos interesses do Capital. O Agronegócio é um exemplo desse fato.No campo  vemos o abandono do projeto de reforma agrária,  Hoje infelizmente constatamos a ocupação dessas terras por grandes empresas , que matam e expulsam camponeses. Somos um dos países onde se registra o maior número de mortes em conflitos agrários. Nos centros urbanos os índices de atividade industrial estão em queda Essa é a lógica do Grande Capital que nos reserva o espaço de  exportadores de Commodity(produtos primários),e não de produtos industrializados. Nesse cenário, grandes empresas ensaiam movimentos de corte de pessoal .
Os governos petistas de Lula e Dilma e toda sua base aliada composta pelo PMDB, PDT,PR, PCdoB,PSB,PSC, PTC,PTN cumprem o papel de gerentes da lógica do capitalista no Estado brasileiro, desenvolvendo apenas políticas compensatórias,  escondendo seu verdadeiro papel de agentes do Grande Capital . Uma oposição light do PSDB e DEM discorda  pontualmente da base governista.  Diante desse quadro cabe a Partidos como o PCB, o PSOL e o PSTU a resistência a Ditadura do Capital. 
O Partido Comunista Brasileiro defende a luta contra a lógica do Capital, Defendemos a construção do Poder Popular e de uma Frente Anticapitalista e Anti Imperialista, rumo ao Socialismo. 
São compromissos de um mandato comunista em SÂO GONÇALO 
                                                                                                                                                                       - A construção do Poder Popular, colocando o mandato a disposição da sociedade civil organizada (sindicatos da classe trabalhadora, associações de moradores, organizações de defesa da liberdade de expressão, de luta contra a homofobia, contra a discriminação racial e da mulher)
-  Fiscalizar o orçamento municipal. Toda verba pública deva ser aplicada em políticas públicas de interesse da classe trabalhadora. Daremos publicidade ao orçamento municipal como também a sua real execução.
-  Elaboração de projetos de lei, sendo nosso compromisso ouvir a sociedade civil através de suas organizações comprometidas com classe trabalhadora e materializar através desses projetos seus principais anseios. Acreditamos que hoje devamos iniciar imediatamente uma discussão com todo a sociedade sobre projetos de lei que disciplinem os transportes públicos em nosso município e punam com a perda de concessão as empresas de transporte  que desrespeitem o idoso e o estudante. Os ônibus sem a presença do trocador, que obrigam o motorista a desempenhar duas funções ao mesmo tempo, colocando em risco a vida dos usuários deve ser discutido. A ligação com a cidade do Rio de Janeiro através de barcas é outra questão que precisa ser efetivada.
- Nas áreas de saúde e educação temos o compromisso de atuar junto com as entidades de classe em conjunto com associações de moradores e outras entidades  da sociedade exigindo condições dignas de trabalho e serviços de qualidade. È  urgente adequar o número de leitos, médicos e demais profissionais da saúde a segunda maior população do estado. É igualmente necessário ouvir os profissionais da educação para a construção de uma prática pedagógica que resgate a educação pública de nosso município.
- A coleta de lixo, uma vergonha que se arrasta a vários governos é uma questão de saúde pública. Na tribuna comunista, ouvida a sociedade, iremos propor a criação de uma empresa pública de coleta e reciclagem de lixo.
- Na área de lazer e cultura incentivaremos a criação de grupos de teatro, cinema e música, bem como feiras artesanais que estarão presentes semanalmente em todos os bairros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário